Câmara aprova moção de repúdio apresentada pelo PSDB contra agressões à senadores brasileiros na Venezuela

18 de Junho de 2015, 21:30

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta
quinta-feira (18) moção de repúdio aos atos de protesto contra a comitiva de
senadores brasileiros, entre eles os tucanos Aécio Neves (MG), Aloysio Nunes
Ferreira (SP) e Cássio Cunha Lima (PB).

A delegação foi à Venezuela para verificar as
condições de direitos humanos dos opositores ao governo de Nicolas Maduro presos
naquele país. Ao desembarcar em Caracas, a van que transportava os senadores
foi atacada com pedradas por manifestantes contrários à visita.

Para o deputado federal Vitor Lippi (PSDB-SP), o
ocorrido foi um grave acidente diplomático e de desrespeito aos parlamentares.
“ A moção de repúdio é uma resposta do nosso parlamento a esse acidente
diplomático onde a comitiva não conseguiu cumprir seu objetivo pela falta de
respeito e ataques sofridos pelos senadores que foram hostilizados e cerceados
na Venezuela”.

Fazem parte da comissão externa os senadores
Ricardo Ferraço (PMDB-ES), Sérgio Petecão (PSD-AC), José Medeiros (PPS-MT),
Agripino Maia (DEM-PI) e Ronaldo Caiado (DEM-GO). Por conta dos ataques e da
falta de segurança os senadores resolveram retornar ao Brasil.