Deputado Vitor Lippi discute criação de Centros de Desenvolvimento Regional nas instituições de Ensino Superior

02 de Agosto de 2017, 00:00

Vitor Lippi participou, em Brasília, sa primeira
reunião da Câmara de Coordenação Nacional do projeto Centros de Desenvolvimento
Regional _CDR, desenvolvido pelo Ministério da Educação, em parceria com o
Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE) e o Centro de Estudos e Debates
Estratégicos da Câmara dos Deputados (Cedes).

O projeto prevê a criação de Centros de Desenvolvimento Regional nas
Instituições de Ensino Superior brasileiras com o objetivo de articular uma
rede envolvendo os atores locais mais importantes como governo, Universidades,
associações e empresários, em prol do desenvolvimento do território.

A proposta de criação dos Centros nasceu a partir do
estudo do Cedes sobre Instituições de Ensino Superior e o Desenvolvimento
Regional, que conta com a relatoria do Deputado Federal Vitor Lippi.

Inicialmente haverá quatro projetos pilotos em
desenvolvimento nas Universidades Federais de Brasília (DF), Campina Grande
(PB), Bagé (RS) e Itapeva (SP). A meta é chegar aos 1500 campus universitários
existentes no país, incluindo as Universidades Federais e Estaduais e os Institutos
Federais de Ensino.

Cada Centro deverá contar com uma estrutura mínima
de seis professores, seis alunos e um secretário executivo e custará
em média 250 mil reais por ano. Para
o deputado federal Ariosto Holanda (PDT/CE) o valor é pequeno diante
da potencialidade e resultados que o projeto poderá alcançar.

Os
primeiros CDR devem começar a funcionar dentro de cinco meses. O MEC estuda a
possibilidade de oferecer incentivos para os docentes que criarem projetos
voltados para o desenvolvimento sustentável local/regional. Para Vitor Lippi,
este será um grande avanço para o planejamento e desenvolvimento das regiões
brasileiras.