Internacionalização do Aeroporto de Sorocaba poderá ocorrer em 2017

28 de Setembro de 2016, 16:30

Sorocaba é o maior polo da
América do Sul na manutenção de aeronaves executivas, com mais de 60 mil pousos
e decolagens anualmente, no Aeroporto Estadual “Bertram Luiz Leupolz”.

A rede de serviços do setor, na cidade, é composta por 34
empresas cadastradas junto a ANAC, Agência Nacional de Aviação Civil, além de
outras empresas de apoio e suporte, e emprega  mais de mil e duzentos funcionários no total.

Para atender a crescente demanda, o deputado federal Vitor
Lippi tem se reunido periodicamente com representantes do DAESP, Departamento Aeroviário
do Estado de São Paulo, Associação dos Operadores do Aeroporto de Sorocaba,
entre outros agentes públicos e privados, interessados na internacionalização
do aeroporto.

Para Vitor Lippi, o aeroporto de Sorocaba tem que se adequar
para continuar atendendo a demanda das aeronaves. “Nós precisamos permitir que
as aeronaves de outros países possam vir direto para Sorocaba para fazer
manutenção, isso vai baratear o processo e deixar o nosso aeroporto ainda mais
atrativo”.

A expectativa é de que a solicitação seja atendida pelo
Governo Federal, por meio da Secretaria de Aviação Civil, garantindo que
Sorocaba permaneça entre os principais centros de inovação e manutenção
aeronáutica.

A cidade já conta com grandes empresas do setor
como EMBRAER, Bombardier, entre outras. A internacionalização poderá ocorrer
ainda no primeiro semestre de 2017.